sábado, 24 de outubro de 2015

Missão ENEM: Dia 1

5 comentários
 

Esse final de semana (hoje, para ser mais exata), eu fui fazer a primeira prova do ENEM.
Me inscrevi para o concurso no mês em que o edital foi lançado, ou seja, antes de começar a trabalhar. Meu objetivo era entrar no curso de letras, formar em licenciatura e poder dar aula de  literatura para ensino fundamental em escola particular. OOOU cursar cinema de animação e artes digitais because of reasons.

Mas daí eu comecei a trabalhar e percebi que não conseguiria manter a rotina de ir para o trabalho -> curso até 22.30 -> chegar em casa 00:00 -> acordar 5h -> Ir para o trabalho novamente sem algum dano, a longo prazo, ao meu sistema nervoso. Além de provavelmente ser incapaz de conseguir fazer todas as tarefas que exigem trabalho mental, me dedicar às coisas da faculdade, fazer bem o meu trabalho e ainda alimentar os projetos pessoais de relevância pra minha vida com alguma saúde e qualidade de vida. 

Daí eu não estudei para o ENEM e decidi que iria fazer (já havia pago, né?) mais por prazer e medição da minha capacidade de fazer uma redação dentro dos critérios entendidos como aceitos pela equipe de correção.

Dito isso tudo, vamos ao dia de prova! Yay!

Algumas estatísticas sem relevância alguma mas que deu pra observar enquanto eu esperava ser liberada da sala:
Faltaram 10 pessoas na minha sala;
De 50, apenas 1 era homem;
Apenas uma mulher tinha idade aparente acima de 40 anos;
Não havia ninguém de saia. Todas estavam de calça ou short jeans com exceção de 3 que usavam vestido;
Só eu estava de havaiana;
Apenas uma moça tinha cabelo curto (acima dos ombros);
12 tinham o cabelo descolorido (contrapondo 80% das meninas que eram assim quando fiz ENEM pela primeira vez. Acho que a moda está mudando, huahuauhahua);
Uma das participantes levou três sacolas de comida;
Apenas o rapaz da sala usava relógio;
Apenas uma garota não havia levado o celular para a sala;
5 pessoas lacraram a identidade dentro do saco-lacrador e tiveram problema depois na hora da conferência;
Fui a primeira a terminar a prova na minha sala;
O Ar condicionado devia estar a -10°C;
Todas as Lauras da sala eram bonitas. uaheuaheuhae brinks.

Sobre a prova, agora.
As primeiras 45 questões envolviam Ciências Humanas e suas Tecnologias. Ou seja, interpretação de texto, história e geografia. Essa parte estava terrivelmente fácil. Digo, tudo era questão de ter vivido alguma parte da sua vida fora das paredes da escola, visto/lido notícias globais nos últimos 6 meses, assistido alguns filmes ou documentários estilo History Channel e jogado qualquer coisa como Assassin's Creed e Harvest Moon uma vez na vida.

Coisa que, infelizmente, a gente não costuma fazer enquanto está passando pelo fundamental até o ensino médio (mentira Harvest Moon eu joguei sim.), já que parece que nossa vida se resume às notas e provas da escola.

O vocabulário da prova estava até bastante complexo para meu eu do ensino médio. Tenho certeza que eu teria agarrado em uma ou outra, coisa que fiquei feliz de não ter acontecido agora (pelo menos estou mais confiante do meu senso interpretativo aos 23 anos).

As questões foram bem atuais, para a falar a verdade. Tinha desde novos modelos econômicos (como economia chinesa) até trechos de Simone de Beauvoir e Paulo Freire.


Já sobre a segunda parte da prova haviam questões podiam ser facilmente resolvidas com um pouco de lógica, mas grande maioria pedia conhecimentos de química (coisa que nunca tive, e continuo não tendo) e decoreba de fórmulas (só sei Vi Vovó Atrás do Toco // V=Vo+a.t, hehe). Infelizmente nunca consegui aprender essas coisas na escola e, não encontrando aplicação prática para os conceitos mais intrincados, acabei apagando tudo da memória. Haha

A única questão que me parou de verdade foi uma com essa imagem:
 
A questão era o seguinte: Sabendo que o cilindro em cima do triangulo estava perfeitamente equilibrado e dividido em 8 partes iguais (e com um saco de arroz de 5kg preso a uma das pontas), qual o peso total desse cilindro regular?

Na minha mente eu faria: 5 + 3x = 5x (ou seja, 5kg + 3 partes com um peso X é equivalente às 5 partes com esse mesmo peso X). Daí daria que x = 2,5. Se são 8 partes iguais, a barra pesa 20Kg no total. Ok faz bastante sentido na minha cabeça, mas está errado. huahuahua Ainda não parei pra pensar como fazer esse troço direito, mas vou pensar nem que seja a última coisa que eu faça esse mês (depois eu esqueço). (as opções eram 3kg, 3,5kg, 5k, 6kg e 15kg. Marquei 6 porque estava depois do meio, que seria muito óbvio ahuahuahu).O Mashiro T. Araújo, claramente mais competente que eu, deu a solução:
Se considerar cada quadradinho como 1 de comprimento, a barra tem 8 comprimentos (sei lá, 8 metros), cada uma com igual massa "m" em quilos (logo, mKg),
5 x 3(metros) + 3m x 1,5(metros) = 5m x 2,5(metros)
pq 1,5metros? pq o centro de massa dessa porção da barra está na metade dessas 3 unidades da barra (3/2 = 1,5), e 2,5 pq o centro de massa da outra parte está em 2,5, metade do tamanho da outra parte da barra.

5x3 + 3mx1,5 = 5mx2,5 => 15 = 12,5m - 4,5m => 15 = 8m => m = 15/8, que é a massa de cada quadradinho em quilos. Como são 8 quadradinhos, ( 15/8 )* 8 = 15kilos
Obrigada! Juro que nunca vi isso na escola, hahaha

Tirando essa questão todo o resto envolvia entender uma pá de coisas de química e fórmulas de física que você nunca vai usar na vida se não for trabalhar nessas áreas. Hahaha.

E foi isso!
Quando saí havia mais um grupo de pessoas saindo comigo, e ouvi desde: "MEU DEUS A PROVA MAIS DIFICIL DA VIDA" até "BATATA".


5 comentários :

  1. A barra pesa 15kg =P

    https://www.youtube.com/watch?v=BdZdtqjTkJc

    se considerar cada quadradinho como 1 de comprimento, a barra tem 8 comprimentos (sei lá, 8 metros), cada uma com igual massa "m" em quilos (logo, mKg),
    5 x 3(metros) + 3m x 1,5(metros) = 5m x 2,5(metros)
    pq 1,5metros? pq o centro de massa dessa porção da barra está na metade dessas 3 unidades da barra (3/2 = 1,5), e 2,5 pq o centro de massa da outra parte está em 2,5, metade do tamanho da outra parte da barra.

    5x3 + 3mx1,5 = 5mx2,5 => 15 = 12,5m - 4,5m => 15 = 8m => m = 15/8, que é a massa de cada quadradinho em quilos. Como são 8 quadradinhos, ( 15/8 )* 8 = 15kilos


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh! Obrigada Mashiro! :O
      Sabia que devia ter marcado a 15 porque era mais próximo de 20. huahuhuhuahua! Valeu por resolver e clarear a questão :D

      Excluir
  2. Laurinha, acho que a resposta seria 15 kg. A barra faz uma alavanca, onde 5/8 da barra equilibram ou outros 3/8 + 5 Kg.
    Como o movimento na alavanca é proporcional à distância do ponto de apoio, equilibrar estes 5 Kg só requer 3,125 Kg (5/8 de 5 Kg) do outro lado.
    Quer dizer, a força exercida na ponta da barra equivale a 3,125 kg.

    Se você simplificar e disser que isso é o quarto de barra extra ali, ja são 12,5 Kg, o que exclui as outras opções. Como a gente sabe que a massa pra exercer essa força é maior na verdade (alavanca ajudando!), um chute de 15 kg me parece razoável.

    Matemática freestyle!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, deixei o trem aberto aqui e alguém já tinha respondido quando eu mandei minha gambiarra! Fazia sentido!

      Excluir
    2. Que esperto, Fabiano! hahaha
      Depois que me passaram a resposta eu revi minha vida no ensino médio e tive certeza de que jamais teria conseguido responder essa questão... Imagina agora, quase uma década depois? hauhuahua
      Mas obrigada por ter tirado um tempinho pra responder <3 Se outra questão de alavanca aparecer amanhã eu devo conseguir um chute mais próximo... (e eu tinha marcado 15kg no caderno porque era mais perto de 20... pena que troquei no final. haha)

      Excluir